Marca Maxmeio

Márcia lamenta morte de policiais no RN e cobra investimentos nas forças de segurança

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, a deputada estadual Márcia Maia lamentou o número crescente de policiais mortos no Rio Grande do Norte e cobrou investimento nas forças de segurança do estado para frear o aumento das estatísticas. Em menos de cinco meses, 11 policiais haviam sido assassinados.

"A última vítima da violência em nosso estado foi o sargento da PM José Edvaldo do Nascimento. Em 2017, foram 17 policiais mortos. Em 2016, foram seis policiais militares. A Polícia Militar do Rio Grande do Norte, as forças de segurança de maneira geral, precisam de atenção real do Governo, precisam de valorização, estarem devidamente equipadas e de uma recomposição dos efetivos", apontou a socióloga e deputada.

O Rio Grande do Norte possui cerca de 9,9 mil agentes de segurança, ou seja, possui um déficit de 10 mil agentes de segurança pública levando em conta policiais civis, policiais militares e bombeiros militares. 

"A morte de agentes das forças de segurança do estado é fruto da falta de estrutura. Homens e mulheres que colocavam a vida em risco pela natureza da profissão, tem o risco aumentado de sobremaneira pela falta de atenção adequada do Governo. Sempre defendi investimento nas políticas sociais e educação para longo prazo, mas para hoje, de forma imediata, precisamos de polícia na rua, com condições plenas de realizar seu trabalho", concluiu.

/MarciaMaiaRN
/Marciamaia_#