Marca Maxmeio

Márcia e Abraço-RN vão ao TCE-RN por modelo de incentivo a rádios comunitárias

A consulta sobre a possibilidade e os eventuais modelos para realização de convênio entre entes públicos - como Prefeituras e Câmaras Municipais - e as rádios comunitárias foi a pauta da reunião ao lado do presidente da Associação Brasileira de Rádios Comunitárias do RN (Abraço-RN), Thomas Sena, com o conselheiro e presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN), Gilberto Jales. 

A deputada destaca a busca por modelos de convênio possíveis de serem realizados a partir das associações que administram as rádios comunitárias para que possam receber recursos e manterem as atividades nas comunidades. 

"Realizamos uma audiência pública com o propósito de identificar os principais obstáculos vividos por quem defende a comunicação comunitária de forma democrática e acessível a todos. Agora fomos ao TCE buscar mais informações e o entendimento para auxiliar as dezenas de rádios do estado a continuarem realizando um grande papel na promoção da educação, informação, saúde, economia e cidadania nas comunidades em que estão instaladas", afirmou Márcia.

Após a reunião na sede do Tribunal, a parlamentar voltou a reforçar a importância do debate em questão para promover o entendimento e possibilitar as parcerias para impulsionar o processo de democratização da comunicação, o que segundo ela, é fundamental para a promoção da informação e do conhecimento.

"Esse processo de empoderamento emperra numa série de aspectos, inclusive, na ausência do financiamento público, que não chega até as rádios comunitárias, visto que as grandes emissoras comerciais acabam por ser priorizadas", destacou.

O Rio Grande do Norte reúne atualmente mais de 120 rádios comunitárias funcionando em caráter legalizado e com mais de 2,5 mil pessoas envolvidas diretamente com o funcionamento dessas emissoras.

/MarciaMaiaRN
/Marciamaia_#